O que é um Data Center?

Confira o que é um Data Center, como ele funciona, sua importância e principais benefícios. Além disso, entenda quais os requisitos para o seu bom funcionamento.

Um Centro de Processamento de Dados ou Data Center é um recurso utilizado por grandes empresas e corporações para o gerenciamento e armazenamento de informações estratégicas da companhia. 

Assim, o fluxo de informações em computadores e outras ferramentas de comunicação desperta a necessidade de uma estrutura capaz de assegurar a segurança e o bom funcionamento de todo o sistema. Dessa forma, é importante entender integralmente o que é um Data Center para, dessa forma, garantir o correto funcionamento de seu site.

Diante disso, esses tipos de estrutura ou instalações podem ser de diferentes tipos, diferentes modelos e tamanhos. Além do mais, ele exige uma instalação física adequada e com critérios mínimos de infraestrutura para o seu bom funcionamento.

Pensando nisso, separamos algumas informações acerca do que é o Data Center, como ele funciona, sua importância e os requisitos necessários para garantir o desempenho da sua aplicação. Confira a seguir e boa leitura.

O que é um Data Center?

O Data Center é uma estrutura ou instalação física destinada ao processamento e armazenamento de dados de uma empresa ou organização. 

Ele pode ser composto por milhares de servidores, outros bancos de dados informatizado e auxiliares, como storages, switches, firewalls e roteadores, além de outros ativos de rede.

Nesse sentido, ele é um local onde estão reunidos todos os sistemas computacionais de uma empresa, contendo diversas informações importantes sobre o funcionamento, gerenciamento e ações desenvolvidas por um negócio. Portanto, devem ser seguros, estáveis e bem protegidos.

Pensando na segurança e no tratamento das milhares de informações armazenadas em um Data Center foi criada a Lei Geral de Proteção de Dados (LGDP), que entrou em vigor em agosto de 2018, dispondo acerca do tratamento e do compartilhamento dessas informações por parte das empresas que as detém. 

Dessa forma, quaisquer dados poderão ser compartilhados apenas com a autorização dos usuários, cabendo uma multa de até 50 milhões de reais caso seja descumprida.

Esses sistemas devem, portanto, ser bem estruturados, tanto no aspecto físico quanto virtual, e contar com uma equipe especializada para evitar um possível vazamento ou perda de informações.

Tipos de Data Center

Depois de entender o que é o Data Center e um pouco sobre como ele funciona, é importante esclarecer um pouco sobre as diferentes categorias. Confira a seguir.

  • Data Center Privado (PDC): Esse tipo de Data Center conta com uma estrutura física localizada, operada e gerenciada dentro de uma empresa ou organização. Dessa forma, ele agrupa toda a estrutura necessária para o armazenamento e processamento, operando os dados internos e as aplicações de uma empresa feitas na internet.
  • Internet Data Center (IDC): O Data Center do tipo IDC é um provedor de serviços capaz de oferecer toda a estrutura de hospedagem necessária aos serviços de uma empresa. Tem por objetivo principal, portanto, oferecer serviços de conexão, hospedagem de sites e demais equipamentos necessários para a atividade da empresa.

Nesse tipo de servidor é comum a utilização de co-location, situação na qual uma empresa ou organização aloca um servidor exclusivo dentro do IDC para sua utilização.

Modelos de Utilização 

Além de diferentes tipos, existem três diferentes modelos de utilização dos Data Centers. Confira a seguir.

Corporativo Monolítico: nesse tipo de modelo, a estrutura pertence a uma única empresa e não é compartilhada com outros usuários, pois utiliza de recursos próprios. Além disso, os serviços de lógica, gestão e manutenção física são terceirizados. Um papel importante nesse modelo é o do provedor de serviços, pois ele será responsável pela análise de informações e ferramentas necessárias para as necessidades da empresa.

Corporativo Compartilhado: no modelo Corporativo Compartilhado a infraestrutura utilizada é compartilhada entre diversas empresas. Dessa forma, as operações e a gestão dos processos ocorrem de maneira terceirizada. 

ASP: no modelo ASP ou Provedor de Aplicações e Serviços, a empresa usufrui de uma estrutura disponibilizada por um provedor, como uma prestação de serviços. É realizado, então, o aluguel de licenças de softwares, do espaço de armazenamento em disco e da capacidade de processamento em servidores de hospedagem.

Data Centers em Nuvem: nesse modelo de Data Center externo, os dados e aplicativos são hospedados por um provedor de serviços em nuvem. Dentro do serviço de nuvem, existem diferentes tipos de modelos a serem contratados:

  • SaaS (Software as a Service);
  • IaaS (Infrastructure as a Service);
  • PaaS (Platform as a Service).

Em nosso site você pode conferir ainda o que é um Servidor Dedicado e como ele funciona.

Qual a importância de um Data Center?

Os Data Center são importantes por permitir o processamento de uma grande quantidade de informações, ininterruptamente e  de maneira confiável, impedindo o vazamento de dados importantes de uma organização ou a queda na operacionalidade dos seus serviços. 

data center importância

Confira em nosso site 11 dicas de como resolver o problema de site fora do ar!

Além disso, o Data Center foi criado para oferecer suporte a aplicativos e outras atividades exercidas por um negócio, como por exemplo:

  • E-mails;
  • Compartilhamento de dados;
  • Aplicativos de produtividade;
  • Ferramentas que gerenciam o relacionamento com os clientes;
  • Sistemas de gestão empresarial (ERP) e banco de dados;
  • Big data e inteligência artificial;
  • Desktops virtuais, comunicações e outros serviços de colaboração.

Dessa forma, trata-se de um componente fundamental para a realização de atividades simples dentro da rotina de uma empresa, desde o acesso a internet até mesmo aos pagamentos, acesso a bancos e aplicações.

Processo de Virtualização 

Uma mudança frequente nos Centros de Processamento de Dados tem sido a sua virtualização. Anteriormente, as empresas contratavam um Data Center físico e, por isso, eram limitados por fatores como espaço disponível, tipos de equipamento e de hardware utilizados. 

Nos últimos tempos, entretanto, as empresas têm optado por contratar servidores virtuais para, dessa forma, criar uma espécie de data center virtual, com servidores remotos e que permitem o monitoramento em tempo real e on-line. 

Esse tipo de Data Center não exige um espaço físico dentro das empresas, consome menos energia e uma quantidade menor de equipamentos adicionais. Além disso, um Centro de Processamento Virtual pode ser conectado a uma nuvem quando mais recursos de armazenamento e processamento forem necessários.

Como funciona um Data Center e como escolher o seu?

Diante da importância de um bom funcionamento do Data Center para a empresa, existem equipamentos e requisitos de segurança e energia mínimos para que não ocorram quedas, perdas ou vazamentos e possíveis prejuízos financeiros. 

data center em funcionamento

Dentre os principais pontos a serem observados na contratação e montagem de um bom Centro de Processamento de Dados, estão:

Energia abundante

Os equipamentos que compõem um Data Center tradicional exige, geralmente, uma grande quantidade de energia, sem interrupções e com fornecimento reservado para uso imediato em caso de quedas ou picos na região. 

No caso de Data Centers virtuais ou definidos por software, o consumo de energia costuma ser menor e mais eficiente, sendo uma opção no caso de suprimento energético escasso ou com oscilações constantes. 

Condições de resfriamento

Outro ponto importante de um Data Center é que, diante de seu intenso consumo de energia e trabalho constante, eles geram muito calor. Dessa forma, eles exigem equipamentos de resfriamento para conseguir operar de maneira ideal. 

É importante ressaltar que sistemas hidráulicos contra incêndios não podem ser utilizados para resfriar e proteger o Data Center, pois a água pode destruir os equipamentos. Cabe, nesses casos, utilizar sistemas químicos retardadores de fogo, capazes de apagar ou abafar as chamas sem danificar os equipamentos eletrônicos que compõem a estrutura.

Segurança

Além do fornecimento de energia e resfriamento, o Data Center exige segurança quanto aos aplicativos e informações que ele contém acerca de um negócio. Do contrário, a violação de dados e exposição dos clientes, além de multa, pode destruir a marca ou empresa e causar um enorme prejuízo financeiro.

Além do âmbito virtual, com softwares de segurança de redes, um Data Center deve estar protegido de roubos e furtos, contando com medidas de segurança física como bloqueios, vigilância e acesso restrito a poucas pessoas.

Existe também a segurança física para garantir que os os servidores estejam protegidos de ações criminosas. Nos data centers o acesso a sala de servidores é controlado 24 horas por dia.

Qualidade da telecomunicação

Outro ponto importante é a disponibilidade, de forma a garantir o atendimento aos clientes. Um Data Center deve, portanto, funcionar todos os dias da semana e fornecer atendimento 24h. 

Portanto, antes de escolher o seu provedor, procure aqueles que oferecem o maior nível de abrangência e, no mínimo, dois fornecedores de internet e rede, para o caso de que se algum deles falhar o outro consiga manter o bom funcionamento.

Maturidade de processos

Existem, ainda, alguns parâmetros e padrões mundiais capazes de nortear o funcionamento de um Data Center e certificações internacionais de qualidade, como a  International Organization for Standardization ou ISO 20000 e International Standard on Assurance Engagements ou ISAE 3402.

Essas certificações nada mais são do que normas internacionais, como normas técnicas e regras para procedimentos, que buscam assegurar que os processos internos e seus controles estão de acordo com os padrões internacionais, buscando  evitar inúmeros problemas na entrega dos serviços de rede.

Logo, procure buscar equipes qualificadas e reconhecidas no mercado pelo seu serviço, pois ter domínio das tecnologias usadas pelo cliente garante um melhor atendimento e funcionamento. 

Equipe Qualificada

Por fim, o fator humano também é indispensável. Dessa forma, as equipes do provedor devem ser especializadas em proteção de dados e treinadas para estabelecerem boa comunicação e um bom serviço para os seus clientes.

Além disso, uma equipe qualificada deve ser capaz de executar as operações principais do negócio e de gerenciar toda infraestrutura de TI. 

Ou seja, é necessário ter domínio sobre a administração dos hardwares e ser capaz de trocar peças, por exemplo, além de garantir a segurança de acesso.

Quais os benefícios da sua utilização?

Após compreender o que é um Data Center, seus tipos, modelos e principais requisitos de qualidade, é válido tomar nota acerca dos benefícios de sua utilização

Antes, no entanto, é importante lembrar que as vantagens irão variar de acordo com o tipo escolhido, seja ele na nuvem ou em estrutura física. Confira a seguir.

  • Disponibilidade de acesso, que pode ser utilizada dentro ou fora da empresa;
  • Possibilidade de terceirização do serviço;
  • O investimento varia de acordo com a utilização do recurso;
  • Data Centers virtuais não exigem a ocupação de um espaço físico;
  • Segurança de dados;
  • O Data Center na nuvem promove facilidade no escalonamento, com monitoramento em tempo real;
  • Suporte e gerenciamento qualificado.

Vê-se, portanto, que o Data Center é um estrutura construída para o armazenamento e gerenciamento seguro dos dados de uma empresa. Ele apresenta funcionamento ininterrupto processando, recebendo e fornecendo informações dos mais diversos setores.

Ao escolher o servidor da sua empresa, certifique-se de que ele possui manutenções regulares, uma boa infraestrutura, fornecimento ininterrupto de energia e os equipamentos necessários para atender às suas demandas. 

Além disso, existem outros critérios que devem ser levados em consideração, como as referências da empresa no mercado e a qualidade do seu suporte, pois ambos serão os responsáveis por garantir que o seu site permaneça no ar, a segurança das suas informações e pelo ajuste de qualquer problema ou dificuldade.

Em nosso site você pode conferir, ainda, outros artigos sobre o mundo das hospedagens e servidores, acesse e leia! Esperamos que tenha aproveitado a leitura, procuramos sempre agregar conhecimentos a suas experiências por meio de nossos conteúdos.

-

-

-

-

*Consulte condições no site

Ótima hospedagem por EXCELENTE preço.

-80