Confira as novas regras para registrar domínios “.br”

O Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) anunciou mudanças no registro de domínios brasileiros (aqueles que terminam com .br). As mudanças têm como objetivo permitir o registro de domínios que antes estavam indisponíveis e aumentar a oferta de domínios.

As mudanças foram aprovadas na última reunião de conselho do comitê. Elas trazem algumas mudanças significativas em relação a domínios que estavam impedidos de serem registrados por terem participado de vários processos de liberação consecutivos. As mudanças visam mudar a forma como os domínios são oferecidos para permitir a aquisição de domínios que antes estavam indisponíveis.

Mudanças

Anteriormente, quando um domínio é disponibilizado em um processo de liberação e atrai vários compradores, ele acaba sendo disponibilizado no processo seguinte (ele só é arrematado quando há apenas um comprador interessado). O problema é que alguns domínios acabam participando de vários processos de liberação consecutivos e acabam ficando indisponível indefinidamente.

A nova resolução propõe que neste caso os domínios poderão ser arrematados pelo maior lance, permitindo assim que esses domínios que participaram de leilões consecutivos sejam adquiridos. Antes havia um valor fixo e o mesmo só era arrematado quando havia apenas um comprador interessado no domínio.

Outra mudança importante foi a mudança no número de processos de liberação. Anteriormente eram realizados três processos de liberação de domínios por ano. Com as novas regras esses processos de liberação vão ocorrer mensalmente.

Domínios afetados

As novas regras visam facilitar a aquisição de domínios que antes estavam indisponíveis. Os domínios que nunca foram registrados não fazem parte do processo de liberação, portanto, eles não são afetados por estas novas regras. Os principais motivos para um domínio participar de um processo de liberação são:

  • Domínio cancelado pelo registrante (quando não há interesse em manter o domínio);
  • Domínio não renovado ou pagamento de renovação não efetuado;
  • Irregularidades no registro ou dados fornecidos.

Novas regras

Os novos processos de liberação vão ocorrer mensalmente a partir de 13 de setembro. Pela nova proposta, os processos de liberação vão ocorrer na segunda quarta-feira de cada mês e vão durar 7 dias. Todos os domínios que terminarem o processo de liberação com mais de um interessado passarão por um leilão que vai disponibilizar o domínio para o dono do maior lance.

Dependendo do preço ofertado pelo domínio, os lances podem variar de R$ 50 a R$ 20 mil. Nos casos em que o valor da oferta seja até R$ 1 milhão, o valor do lance será ilimitado. É importante lembrar que o valor do domínio será influenciado pelo número de interessados.

No dia 13 de setembro 400 mil nomes de domínios devem ser disponibilizados a interessados através do processo de liberação. Os domínios que passaram por uma nova disputa são informados durante esse processo de liberação.

Aproximadamente 500 nomes de domínios estão aptos a passar pelo novo processo de leilão. Esses são domínios que já passaram por muitas disputas e não foram angariados ou porque houve um impasse. Se antes eles ficariam reservados indefinidamente, com as novas regras os compradores terão a oportunidade de adquirir esses domínios através do maior lance.

Fontes: CGI.BR e G1

*Condições no site