Google vai penalisar sites com pop-ups em smartphones

google bane popups

O Google anunciou ontem duas mudanças importantes em seu algoritmo que podem impactar as buscas feitas a partir de dispositivos móveis. Segundo a empresa, essas mudanças vão tornar a descoberta de conteúdo mais fácil para o usuário. Mais uma vez o Google mostra que está preocupado com a experiência do usuário ao utilizar um site, mas além disto, incentiva que o conteúdo do site seja disponibilizado de uma forma que possa ser encontrado facilmente.

Remoção do rótulo “Para mobile”

google rotulo para mobile

Para incentivar a criação de sites mobile friendly (compatíveis com dispositivos moveis) a empresa mostra nos resultados de buscas o rótulo “Para mobile” ao lado da descrição do site. Isso é muito útil, pois se o usuário fizer uma busca a partir de um dispositivo móvel ele consegue identificar facilmente quais sites são compatíveis com seu dispositivo. Quando não é compatível, pode ser difícil visualizar informações, principalmente porque é necessário dar um zoom para aproximar o conteúdo. Os pontos de toques também podem ser muito pequenos e atrapalhar a navegação do usuário.

Segundo a empresa, recentemente descobriu-se que cerca de 85% de todas as páginas atendem aos critérios para exibição do rótulo “Para mobile”. Com um número tão alto de sites compatíveis, a empresa decidiu remover o rótulo. Mas é importante salientar que a otimização para dispositivos móveis ainda é um fator de classificação e os relatórios de usabilidade continuarão a serem exibidos nas ferramentas para Web Masters. Apenas o rótulo será removido dos resultados de buscas, portanto, criar um site mobile friendly continua sendo algo muito importante.

Guerra contra pop-ups em smartphones

google bane popups

Apesar dos sites mobile friendly permitirem a acessar o conteúdo com mais facilidade, existe uma grande parcela de sites que exibem intersticiais (pop-ups e etc.) intrusivos aos usuários que utilizam smartphones. O Google entende que apesar do conteúdo ser exibido na tela e indexado pelo Google, ele pode ficar visivelmente oculto para o usuário devido ao pop-up. Isso cria uma frustração no usuário, segundo a empresa, que tem dificuldades para localizar o conteúdo de seu interesse.

Nos smartphones as telas são menores, muitas vezes o pop-up ocupa a tela inteira. Isso faz com que quase todo o conteúdo fique oculto, tornando a experiência do usuário insatisfatória em relação aos sites que exibem o conteúdo imediatamente.

A partir do dia 10 de janeiro de 2017 as páginas que tiverem conteúdo que não é facilmente acessível pelo usuário terão uma relevância menor nos resultados de buscas para smartphones. Quem exibir pop-ups em seus sites a partir desta data poderá perder um bom volume de tráfego.

Exceções

No artigo onde foi anunciada esta novidade a empresa fala de algumas exceções. Alguns sites podem exibir pop-ups por motivos legais, neste caso, segundo a empresa, os sites não serão prejudicados por esta modificação. Em alguns países os sites são obrigados a informar, por exemplo, sobre a gravação de cookies e a solicitar a confirmação de idade do usuário.

Além disto, a empresa disse que pop-ups usados de forma responsável não serão afetados por esta mudança. Segue um trecho da explicação sobre os tipos de pop-ups permitidos pela empresa:

“Banners que usam uma quantidade razoável de espaço da tela e são facilmente dispensáveis. Por exemplo, os banners de instalação de aplicativos fornecidos pelo Safari e pelo Chrome usam uma quantidade razoável de espaço da tela.”

Exemplos de pop-ups permitidos:

interstitials permitidos pelo google

Fontes:
http://olhardigital.uol.com.br/pro/noticia/google-declara-guerra-contra-pop-ups-em-smartphones/61478
http://googlewebmaster-pt.blogspot.com.br/2016/08/ajudar-os-usuarios-acessar-facilmente.html