7 Maiores erros ao contratar uma hospedagem de sites

Veja alguns dos erros mais cometidos por quem vai contratar uma hospedagem de site e como você pode evitá-los.

Existem alguns erros que são cometidos com frequência ao contratar uma hospedagem de sites. Eles podem prejudicar o processo de criação do site ou até impedir que você tenha sucesso com o seu projeto na internet. Seja qual for seu objetivo para a criação do site, saiba que a hospedagem de sites sempre vai ser algo muito importante para seu sucesso.

Os erros mencionados abaixo colocam o sucesso de seu negócio em risco. Além disto, pode ter muita dor de cabeça para conseguir resolvê-los. E quase sempre esses erros podem ser evitados com medidas simples, conforme veremos abaixo.

Veja também:

1. Subestimar o suporte

Muitas pessoas não dão a devida importância ao suporte da hospedagem de sites. Elas normalmente contratam uma empresa que não oferece um suporte eficiente por achar que nunca vão precisar dele. Mas a função do suporte técnico vai muito além de tirar dúvidas de clientes. Eles também são responsáveis por auxiliar o usuário em caso de problemas com a hospedagem ou site.

suporte

Imagine que você perdeu o acesso ao painel de administração do site depois de realizar uma alteração de forma incorreta. Se você não sabe lidar com o problema diretamente no banco de dados, provavelmente vai ter que recorrer ao suporte da empresa.

Ao contratar empresas que oferecem atendimento de qualidade, você pode ficar tranquilo porque o problema será resolvido rapidamente. Porém, em empresas com um suporte ruim pode levar dias para o acesso ao site ser restaurado. Essa é uma situação hipotética que ocorre frequentemente com os usuários leigos.

Existem várias outras situações que podem exigir a intervenção do suporte para solucionar o problema. Por esse motivo, é importante contratar uma empresa que tenha a capacidade de responder aos chamados e solucionar os problemas rapidamente. Desse modo, evita que seu site fique indisponível por longos períodos e cause muitos prejuízos.

2. Subestimar o serviço

A importância da hospedagem de sites é subestimada frequentemente por vários usuários. As pessoas contratam este tipo de serviço sem se preocupar com a qualidade, o resultado pode ser sites instáveis, lentos ou até inacessíveis. É importante frisar que a qualidade da hospedagem influencia diretamente no SEO e sucesso do projeto. O site, blog ou loja virtual que são hospedados em serviços ruins costumam enfrentar muitos problemas de disponibilidade.

hospedagem de sites

Nós recebemos com uma certa frequência mensagens de pessoas que não entendem o motivo de seus sites ficarem fora do ar ou extremamente lentos com frequência. Ao efetuar a análise desses sites descobrimos que eles foram hospedados em empresas que oferecem serviços de muito baixa qualidade.

É claro que problemas podem ocorrer em qualquer hospedagem de sites, mas quando ocorrem com frequência prejudicam, e muito, o site.

Não se esqueça que a velocidade e a disponibilidade do site são um importante fator de classificação para os buscadores. O Google não gosta de sites lentos. Por esse motivo, sites hospedados em empresas ruins dificilmente ocupam as primeiras posições dos resultados de buscas.

3. Avaliar somente preço

No universo das hospedagens de sites é possível afirmar categoricamente que o preço não define a qualidade do serviço. Existem muitas empresas que oferecem um serviço de baixa qualidade por um preço elevado. O contrário também pode ser verdade, existem muitas empresas que oferecem serviços de qualidade por preços baixos.

custo hospedagem de sites

O importante é comparar o preço de vários serviços e, antes de contratar um serviço de hospedagem de sites, verificar se ele está dentro da faixa de preços dos produtos que você encontrou. Ninguém quer pagar caro por um serviço como este, por isso é importante fazer essa análise do preço médio.

Em alguns casos, a diferença no preço pode ser enorme, mas como foi dito anteriormente, o preço não determina a qualidade do produto. Normalmente, um carro mais caro é melhor que os carros mais baratos, mas isso nem sempre é verdade, assim como ocorre com as hospedagens de sites.

4. Não pesquisar pela empresa

O ato de pesquisar a empresa antes de contratar o serviço é algo que pode evitar muitos aborrecimentos. Com uma rápida pesquisa você consegue identificar as empresas que não oferecem um bom suporte ou que oferece um serviço com muitas falhas no serviço.

Informações negativas sobre a empresa normalmente são compartilhadas mais facilmente pelas pessoas. Portanto, se a empresa possui um serviço de baixa qualidade provavelmente você encontre muitas reclamações na internet.

5. Analisar sites como Reclame Aqui

Ao analisar sites de reclamações, como o Reclame Aqui, provavelmente não contrate nenhum serviço, pois em todos eles você encontra um grande número de reclamações. Sites como estes são uma excelente fonte de informação, mas quando são usados corretamente. Mais importante do que analisar números de reclamações ou pontuação geral, que podem ser criados artificialmente, é analisar os problemas relatados pelos clientes e como a empresa está trabalhando para resolvê-los.

As grandes empresas possuem um número maior de clientes. Logo, é natural que elas possuam um número maior de reclamações que empresas menores. Analisar o número de reclamações não reflete a qualidade do serviço. O importante é analisar a qualidade do atendimento prestado e se a empresa realmente está resolvendo o problema do cliente.

6. Escolher o serviço inadequado

Se você está criado um site novo, dificilmente ele vai receber muitas visitas no início, portanto o tipo de hospedagem ideal para você provavelmente seja a compartilhada. Mas em alguns casos a pessoa já possuí um site com um grande volume de tráfego ou necessita fazer personalizações avançadas no servidor, o que faz a hospedagem compartilhada não ser a ideal.

Uma hospedagem compartilhada é a indicada para a grande maioria dos casos, mas abaixo você confere um breve resumo sobre a indicação para uso de cada tipo de hospedagem:

  • Compartilhada – É recomendada para site novos, com baixo volume de tráfego.
  • VPS – É indicada para sites com número de acessos superior a 60.000 por mês ou quando o usuário precisa instalar algum software no servidor (o que não é permitido fazer numa compartilhada).
  • Cloud – Ideal para sites que requerem alta disponibilidade e elasticidade para atender a um aumento na demanda de acessos.
  • Dedicada – Este é o tipo de hospedagem mais caro, mas também é um dos que mais usados por grandes portais, que necessitam de um servidor que suporte um grande número de acessos.

7. Escolher a plataforma inadequada

A plataforma da hospedagem de sites, que pode ser Linux ou Windows, é um fator muito importante para ser analisado antes de adquirir um serviço de hospedagem de sites. Algumas empresas podem trabalhar apenas com uma delas, mas no geral elas costumam trabalhar com ambas.

Como algumas aplicações funcionam apenas em uma determinada plataforma é importante escolher a plataforma correta. Caso uma plataforma que não suporte a linguagem escolhida para sua aplicação, poderá perder dinheiro.

No artigo Linux ou Windows: Qual plataforma escolher nós ensinamos qual é a melhor plataforma para seu site. É importante entender que existem várias questões que devem ser analisadas para escolher a melhor plataforma para o serviço de hospedagem de sites.

De forma resumida, a plataforma Linux é a mais recomendada para a grande maioria dos sites, principalmente para quem vai instalar o WordPress.

*Condições no site