Será Que Está na Hora de Refazer seu Site?

remodelagem do site

Você já sabe que para ser competitivo é preciso ter um site na Internet. Mas, de acordo com o aumento expressivo da concorrência, será que não é a hora de refazer o seu site? Essa é uma hipótese a ser considerada caso seu site não anteda há certos requisitos.

Você se dedicou, escolheu o melhor serviço de hospedagem de site, montou o site de uma forma agradável e que atenda bem os seus e clientes... eaí? Acabou? É claro que não!

Temos que estar sempre antenados as mudanças no mercado. O mundo online é dinâmico e tudo muda rapidamente. Por isso que manter o seu site sempre atualizado e alinhado com as tendências e com seus objetivos é fundamental.

E não tratamos apenas de uma correção simples. Falamos de reformulação total do site. De remodelação mesmo.

Mas, quando é a hora certa de começar a pensar sobre mudar o site?

Isso é realmente uma questão delicada. É necessária certa dose de sensibilidade para saber quando mudar para acompanhar os altos níveis de exigência do público.

Se os números não estão a seu favor, é hora de repensar o seu site. Mas não apenas isso. Outros fatores, inclusive baseado nos dados fornecidos pela hospedagem de site que possui, podem lhe auxiliar nesta decisão.

Por isso vamos incitar esta reflexão em você: será que não está na hora de refazer o seu site? Se demorar muito, corre o risco de perder espaço no mercado por isso, é importante estar atento.

Refazer o seu site: sinais de que já é a hora!

Vários fatores influem nesta decisão. Por mais que você se apegue ao seu bom e velho e site, vai chegar a hora que a mudança vai ser necessária.

Até mesmo empresas consolidadas realizam mudanças de tempos em tempos. Por isso tem que prestar atenção nos sinais que apontam que já é hora de refazer o seu site.    

O site não dá resultados no Google

otimização google seo

O seu site não está com visibilidade nos buscadores (o Google, por exemplo)? Se você investe em conteúdo, e não tem os resultados esperados, tem grandes chances de ser algum problema com seu site.

Hoje em dia ninguém mais coloca a URL do site na barra dos endereços para chegar onde quer. Tudo é procurado através dos buscadores. Se o Google não está mostrando a sua empresa, a culpa não é dele. É do seu site.

E seu site não está conseguindo ser colocado nos resultados principais, você está perdendo tráfego e, consequentemente, perdendo dinheiro.

Talvez o problema seja com SEO (Search Engine Optimization – Optimização para Sites de Busca). Este conjunto de técnicas que permitem que seu site seja posicionado nas posições principais dos sites de busca pode estar sendo mal utilizada. Ou não utilizada em alguns casos.

Alguns dos problemas comuns em relação ao SEO podem ser:

  • Pouca quantidade de palavras-chave no site – nas suas páginas, as palavras-chave propiciam uma melhor correspondência com o que os usuários estão buscando;
  • Muita quantidade de palavras-chave no site – o oposto também é verdade.

O algoritmo do Google consegue perceber quando existe um exagero de palavras-chave, principalmente quando são colocadas de forma pouco natural e atrapalham a experiência do usuário. O Google pode punir no ranqueamento esta prática.

  • As páginas não possuem títulos;
  • Existe uma falta de meta descrições plenamente otimizadas;
  • A presença de imagens sem a propriedade alt definida – um simples código de HTML que faz os buscadores identificarem o conteúdo das imagens do seu site;
  • Suas páginas direcionam para diversos links quebrados (erro 404);
  • A existência de conteúdo duplicado – páginas com endereços diferentes que contém mesmo conteúdo ou parte dele.

O seu site tem muito tempo e ficou “velho”

Se você demora muito para remodelar o seu site, ele acaba ficando “velho”. Seu design fica "fora de moda" e fica comum a cara antiga e pouco chamativa.

As mudanças ocorrem muito rapidamente no meio da tecnologia, e o design também avança neste mesmo ritmo.  Preocupação estética também tem que ser levada em conta.

Ele pode também não estar acompanhando a cara de sua empresa. As empresas também mudam. Estenda esta mudança para o sitetambém.

Seu site não possui um design responsivo

sites otimizados para dispositivos móveis

Acima falamos de uma parte estética, agora falaremos de um design voltado a uma melhor acessibilidade para o usuário, principalmente os que utilizam celulares para acessar seu site.

Você precisa otimizar o seu site para a utilização em dispositivos móveis. Segundo a Abranet(Associação Brasileira de Internet),o Brasil possui 280 milhões de dispositivos móveis que são conectáveis a Internet. Isso significa 1,4 smartphonetablete ou notebook por habitante.

Com mais dispositivos móveis que pessoas, não otimizar o seu site para estes dispositivos é um erro grave. Se as pessoas encontram dificuldades para utilizar seu site em um smartphone, por exemplo, você está perdendo consumidores em potencial.

Sem dizer que o Google também pune, com perda de posições no ranking, sites que não possuem design responsivo e não são amigáveis para uso em celulares e tablets.

O seu site não proporciona experiência de usuário satisfatória

Quando um cliente compra um produto seu e não gosta, ele não comprará de novo, certo? Se alguém entra no seu site e tem uma má experiência, da mesma forma, ele não voltará a acessar.

Propiciar ao usuário uma experiência de navegação gratificante é uma exigência do mercado atualmente, e deve estar no centro de suas preocupações.

Mas, o que leva a proporcionar uma experiência de usuário satisfatória? É preciso fazer o usuário se sentir no controle de suas ações, e que ele tenha acesso rápido ao que procura.

Alguns pontos importantes da experiência de usuário são:

  • Carregamento rápido: não há nada mais chato que um site que demora a carregar. Não deixe suas páginas muito pesadas;
  • Acesso fácil às informações: tanto menus, quanto campos de pesquisa devem permitir acesso fácil àquilo que o usuário quer encontrar;
  • Pense no contexto no qual o seu site vai ser usado: crie um conteúdo que pode ser acessado por qualquer dispositivo;
  • Realize testes frequentes: assim você pode encontrar as melhores soluções para o seu site.

Se o seu site for voltado para vendas, ele tem dado resultado?

Analise se seu site tem dado bons resultados, formando novos leads e propiciando a conversão dos usuários.

Caso ele não dê os resultados esperados, você precisa ficar atento se as informações no seu site são claras e se possui bons mecanismos de coleta de dados, como formulários e funis de conversão.

E, claro, verificar sempre a segurança do seu websiteNinguém vai querer fazer compras em um site pouco seguro. A presença de certificados e selos de proteção são indícios que ele é bem protegido.

Propicie um ambiente seguro e agradável aos seus usuários. Acredite, faz toda a diferença.

Espero que você reflita e pense se já está na hora de reformular o seu site. Pois quem demora para mudar, acaba ficando para trás. Pense nisso!

O que você achou do conteúdo?
Pode melhorar0
Ótimo0
Perfeito0