6 Fatores que mais influenciam a velocidade de carregamento do site

Descubra os fatores que mais influenciam e prejudicam a velocidade de carregamento de um site.

O tempo que a página demora para carregar é um fator importante para o SEO. Sites lentos são um grande problema para todo mundo. Além de ser um transtorno para quem acessa o site, gera perda de visitas e problemas de SEO.

É importante lembrar que o Google pune sites lentos ou que tem problemas constantes de indisponibilidade. Por esse motivo, é importante identificar o que deixa o site lento, caso contrário você pode sofrer com uma série de problemas.

Velocidade de carregamento é importante?

Em primeiro lugar é preciso entender o quanto este problema pode impactar no sucesso de seu site, blog ou loja virtual. A lentidão é um problema muito sério, os prejuízos e transtornos gerados por ela são enormes. 

Em sites de e-commerce a demora para carregar páginas pode representar o fracasso do negócio. A cada milésimo de segundo a mais de espera impacta diretamente os resultados financeiros. Em uma pesquisa recente, a gigante do varejo Amazon, concluiu que a cada 100ms (ou 1/10 de segundo) de lentidão a loja virtual perde 1% em receitas. Ou seja, se a loja virtual demorar apenas meio segundo a mais para carregar ela perde 5% do faturamento.

Por esse motivo é importante a contratação de uma melhor hospedagem para sua loja virtual. E essa regra também se aplica a sites, pois muitas pessoas desistem de acessar quando se deparam com um tempo de carregamento muito longo.

A alta Taxa de Rejeição (ou Bounce Rate) também pode ser ocasionado por, dentre vários motivos, sites lentos ou que constantemente enfrentam problemas para carregar completamente suas páginas e arquivos. É importante ficar atento as mudanças nas estatísticas do Google Analytics, pois elas podem indicar algum problema em seu site.

Veja porque se preocupar com a velocidade de carregamento do site:

  • Sites lentos tendem a ficar offline em algum momento;
  • Ninguém gosta de esperar um site carregar;
  • As pessoas desistem de acessar seu site quando ele demora a abrir;
  • Um site otimizado é bom para SEO.

Principais fatores que afetam o desempenho do site

Existem vários fatores que podem influenciar o desempenho de um site. Geralmente o problema é causado por um conjunto de fatores e não apenas um fato isolado. Abaixo você confere as principais causas de lentidão em sites.

1. Hospedagem de site

A hospedagem de sites utilizada muitas vezes é a vilã no desempenho ao deixar o site lento. Isso ocorre devido a problemas técnicos, grande quantidade de acessos e o mais comum, qualidade ruim do serviço. Existem empresas que oferecem serviços de baixa qualidade, principalmente porque não são capazes de monitorar e impedir que apenas um cliente utilize demasiadamente os recursos do servidor.

hospedagem de site

Outra explicação para a baixa qualidade do serviço é que muitas empresas hospedam, no mesmo servidor, um número muito alto de sites, sobrecarregando os servidores. Um servidor sobrecarregado pode apresentar problemas de lentidão e indisponibilidade intermitentes.

É claro que isso ocorre somente em empresas que não tem um padrão de qualidade e que possuem um serviço sem o menor controle. Escolhendo uma empresa séria, de confiança, provavelmente não terá esse tipo de problema. Mas ainda assim você não fica livre de problemas técnicos e queda do serviço devido a quantidade de acessos, que podem ocorrer em qualquer empresa, apesar de serem bem raros nas melhores empresas de hospedagem de sites.

Além da hospedagem de sites, existem outros fatores que prejudicam o desempenho de um site.

2. Temas mal otimizados

Caso seu site ou template seja mal otimizado nem uma melhor hospedagem de site e um ótimo sistema de cache são capazes de carregar seu site rapidamente. É importante utilizar um tema bem otimizado, aliado a um conteúdo otimizado. Existem várias questões relativas ao desenvolvimento que devem ser observadas durante a programação do tema.

código de desenvolvimento

Um bom programador sabe, por exemplo, que primeiro deve carregar os arquivos CSS e depois os JavaScript, pois assim o processo de renderização do site ocorrera mais rapidamente. Arquivos JS e CSS com pouca importância não devem ser carregados no Header do site, pois isso atrasa o processo de renderização da página.

As imagens que compõem o template, quando possível, devem ser unidas em apenas um arquivo, utilizando uma técnica conhecida como CSS Image Sprites. Desse modo, diminui o número de requisições feitas ao servidor. Isso também é válido para outros arquivos. É muito importante ter o menor número de requests possível.

Existem diversas outras questões a serem observadas pelos desenvolvedores. Este é um assunto bastante complexo e extenso. Por esse motivo, recomendamos sempre a compra de temas profissionais. Existem também muitos temas gratuitos que são muito bem otimizados.

No artigo Como deixar o site mais rápido são abordadas várias técnicas que permitem ter um site otimizado.

3. Plugins em excesso

Outro problema comum que prejudica o desempenho de um site são os plugins em excesso. Alguns plugins podem consumir muito mais recursos que outros, por isso é recomendável fazer uma análise para detectar os plugins que mais consomem recursos da hospedagem de sites. O P3 (Plugin Performance Profiler) permite fazer uma análise completa que mostra quais plugins são os responsáveis por deixar o site lento.

Não é uma questão de quantidade, é possível ter um site lento instalando poucos plugins. Com o P3 (Plugin Performance Profiler) você sabe exatamente quanto cada plugin representa para o consumo de recursos do site. Você não precisa ter medo de instalar plugins em seu site, pois alguns plugins adicionam funcionalidades muito importantes.

É preciso evitar instalar plugins que adicionam funcionalidades desnecessárias. A primeira regra é ter bom senso e somente instalar plugins se você realmente precisar dele. Muitas vezes, são instalados plugins que adicionam funcionalidades desnecessárias ao site.

O WordPress, apensar de ser um gerenciador de conteúdo fantástico, pode ficar extremamente lento ao utilizar plugins que consomem muitos recursos do servidor de hospedagem.

4. Redimensionamento de imagens via HTML

É muito comum redimensionar imagens via HTML. Esse é um problema que ocorre em muitos sites, mas em casos extremos pode deixar uma página ou site inteiro inavegável. O método de redimensionamento via HTML (que também pode ser feito via CSS) consiste em declarar nos atributos width e height um tamanho menor do que a imagem realmente tem, fazendo com que a mesma seja “reduzida” com HTML ou CSS.

Desse modo, é realizado o download de uma imagem extremamente grande para exibir uma imagem pequena na tela. O correto é reduzir a imagem via editor de imagem e assim declarar nos atributos width e height o tamanho correto da imagem. No artigo entenda problema de redimensionar uma imagem via html você vai aprender a maneira correta de redimensionar as imagens em seu site.

5. Imagens pesadas

Um problema recorrente que afeta consideravelmente o desempenho de um site é a utilização de imagens pesadas. Antes de realizar o upload de uma imagem reduza a sua dimensão e resolução. O monitor do usuário geralmente tem a resolução máxima Full HD, que corresponde a 1920 x 1080. Enviar uma imagem com dimensão maior que essa é desperdício. E se ela vai ocupar apenas uma parte da tela, você pode reduzir mais ainda suas dimensões.

Existem diversas ferramentas de edição de imagens que permitem alterar a resolução e dimensão das imagens. É importante escolher uma dimensão compatível com a área do site onde ela vai ser inserida. Outro modo de fazer o site carregar mais rápido é comprimindo a imagem antes de enviar ou utilizando plugins de compressão de imagens como o Smush.

Não confunda a dimensão da imagem com a resolução. Ao redimensionar você altera a sua dimensão (deixa ela com um tamanho menor), mas uma ferramenta de compressão é importante para otimizar a resolução da imagem (diminui a densidade de pixels), o que reduz o tamanho final do arquivo.

6. Banco de dados mal otimizado

O banco de dados exerce função essencial em um site. A cada acesso são realizadas algumas dúzias de consulta ao MySQL para que o site mostre informações de posts, de páginas e sobre o site. Todas essas informações ficam gravadas no banco de dados e isso gera um volume muito grande de dados.

Alguns plugins podem piorar ainda mais o problema, principalmente os que armazenam algum tipo de estatística. Um simples plugin que grava a quantidade de cliques recebido ou número de páginas visitadas, ao final do ano pode gerar uma quantidade estratosférica de informações.

Isso deixa o banco de dados pesado, com seus índices mal otimizados, fazendo com que as consultas SQL demorem, um tempo muito superior ao convencional. E por ter uma função importante dentro do site, um banco de dados pesado resulta em sites lentos e com problemas relacionados a otimização.

Para nossa sorte, existem plugins que realizam a otimização do banco de dados. O WP-Optimize é um ótimo aliado para otimizar as tabelas do banco de dados. Mas se você não deseja instalar um plugin para essa finalidade, siga os passos abaixo:

  • No painel da sua hospedagem de site, abra o PhpMyAdmin
  • Depois selecione a base de dados do seu site
  • Clique no botão “Marcar todos” para marcar todas as tabelas
  • Em “Com os selecionados” selecione a opção “Optimizar tabela”

Isso otimiza as tabelas do banco de dados e faz com que os comandos SQL sejam executados em um tempo menor. Em base de dados com muita informação a diferença no desempenho após esse procedimento é gigantesca.

Conclusão

Neste artigo você aprendeu os fatores que levam um site a ser lento ou ficar indisponível. Seguindo essas dicas é possível otimizar o tempo de carregamento das páginas e fazer com que tenha melhores resultados em SEO.

No artigo como deixar o site mais rápido você encontra várias dicas para melhorar o desempenho de seu site. No caso da hospedagem de sites a única solução é mudar para uma melhor hospedagem de site, mas existem vários outros fatores que, com simples alterações, permitem obter um desempenho fantástico. Seguindo dicas muito simples é possível melhorar consideravelmente o desempenho do site.

*Condições no site