Fatores que mais influenciam a velocidade de carregamento do site

checklist fatores carregamento hospedagem de sites

O tempo que a página demora para carregar é um fator importante para o SEO. Sites lentos são um grande problema para todo mundo, mas além de ser um transtorno para quem acessa o site, gera perda de visitas e problemas de SEO. É importante lembrar que o Google e outros buscadores punem sites lentos ou que tem problemas constantes de indisponibilidade. Por esse motivo é importante saber o que deixa um site lento, caso contrário você pode sofrer com uma série de problemas.

Entendendo o problema

Em primeiro lugar é preciso entender o quanto este problema pode impactar no sucesso de seu site, blog ou loja virtual. A lentidão é um problema muito sério, os prejuízos e transtornos gerados por ela são enormes. Em sites de e-commerce a demora para carregar páginas pode representar o fracasso do negócio, pois cada milésimo de segundo a mais de espera impacta diretamente os resultados financeiros. Em uma pesquisa, a gigante do varejo Amazon, concluiu que a cada 100ms (ou 1/10 de segundo) de lentidão a loja virtual perde 1% em receitas. Ou seja, se a loja virtual demorar apenas meio segundo a mais para carregar ela perde 5% do faturamento.

A alta Taxa de Rejeição (ou Bounce Rate) também pode ser ocasionado, dentre vários motivos, por sites lentos ou que constantemente enfrentam problemas para carregar completamente suas páginas e arquivos. É importante ficar atento as mudanças nas estatísticas do Google Analytics, pois elas podem indicar algum problema em seu site.

Principais problemas que afetam o desempenho do site

Existem vários fatores que podem influenciar o desempenho de um site. Geralmente o problema é causado por um conjunto de fatores e não apenas por um fato isolado. Abaixo você confere as principais causas de lentidão em sites.

Hospedagem de Sites

hospedagem de sites

A hospedagem de sites usada muitas vezes é a vilã nessa história, muitas vezes ela é a responsável por deixar o site lento. Isso pode ocorrer devido a problemas técnicos, grande quantidade de acessos e o mais comum, qualidade ruim do serviço. Existem empresas que oferecem serviços de baixa qualidade, principalmente porque não são capazes de monitorar e impedir que um determinado cliente utilize os recursos do servidor destinado a outros clientes. Outra explicação para a baixa qualidade do serviço é que muitas empresas hospedam, no mesmo servidor, um número muito alto de sites, sobrecarregando os servidores. Um servidor sobrecarregado pode apresentar problemas de lentidão e indisponibilidade intermitentes.

É claro que isso ocorre somente em empresas que não tem um padrão de qualidade e que possuem um serviço sem o menor controle. Escolhendo uma empresa séria, de confiança, provavelmente não terá esse tipo de problema. Mas ainda assim você não fica livre de problemas técnicos e picos de acessos, que podem ocorrer em qualquer empresa, apesar de serem bem raros nas melhores empresas de hospedagem de sites.

Além da hospedagem de sites, existem outros fatores que prejudicam o desempenho de um site.

Temas mal otimizados

codigo desenvolvimento

Caso seu site ou template seja mal otimizado nem uma melhor hospedagem de sites e um ótimo sistema de cache são capazes de carregar seu site rapidamente. É importante utilizar um tema bem otimizado, aliado a um conteúdo otimizado. Existem várias questões relativas ao desenvolvimento que devem ser observadas durante a programação do tema.

Um bom programador sabe, por exemplo, que primeiro deve carregar os arquivos CSS e depois os JavaScript, pois assim o processo de renderização do site ocorrera mais rapidamente. Arquivos JS e CSS com pouca importância não devem ser carregados no Header do site, pois isso atrasa o processo de renderização. Imagens que compõem o template, quando possível, devem ser unidas em apenas um arquivo, utilizando uma técnica conhecida como CSS Image Sprites, assim diminui o número de requisições feitas ao servidor. Isso também é válido para outros arquivos, é importante ter o menor número de requests possível. É claro que existem muitas outras questões a serem observadas pelos desenvolvedores, este é um assunto bastante complexo e extenso. Por esse motivo, recomendamos sempre a compra de temas profissionais. Existem também muitos temas gratuitos que são muito bem otimizados.

No artigo Como deixar o site mais rápido são abordadas várias técnicas que permitem ter um site otimizado.

Plugins em excesso

Outro problema comum que prejudica o desempenho de um site são os plugins em excesso. Alguns plugins podem consumir muito mais recursos que outros, por isso é recomendável fazer uma análise para detectar os plugins que mais consomem recursos da hospedagem de sites. O P3 (Plugin Performance Profiler) permite fazer uma análise completa que mostra quais plugins são os responsáveis por deixar o site lento.

Não é uma questão de quantidade, é possível ter um site lento instalando poucos plugins. Com o P3 (Plugin Performance Profiler) você sabe exatamente quanto cada plugin representa para o consumo de recursos do site. Você não precisa ter medo de instalar plugins em seu site, pois alguns plugins adicionam funcionalidades muito importantes para o site.

O importante é evitar instalar plugins que adicionam funcionalidades desnecessárias. A primeira regra é ter bom senso e só instalar um plugin se você realmente precisar dele. Muitas vezes são instalados plugins que adicionam funcionalidades desnecessárias para o site. O WordPress, apensar de ser um gerenciador de conteúdo fantástico, pode ficar extremamente lento ao utilizar plugins que consomem muitos recursos do servidor de hospedagem.

Redimensionamento de imagens via HTML

É muito comum as pessoas redimensionarem imagens via HTML. Esse é um problema que ocorre em muitos sites, mas em casos extremos pode deixar uma página ou site inteiro inavegável. O método de redimensionamento via HTML (que também pode ser CSS) consiste em declarar nos atributos width e height um tamanho menor do que a imagem realmente tem, fazendo com que a mesma seja “reduzida” com HTML ou CSS.

O problema é que em muitos casos é feito o download de uma imagem extremamente grande para exibir uma imagem pequena na tela. O correto é reduzir a imagem via editor de imagem e assim declarar nos atributos width e height o tamanho que a imagem realmente possuí. No artigo Entenda problema de redimensionar uma imagem via html você vai aprender a maneira correta de redimensionar as imagens em seu site.

Uso do Flash

flash

O Flash permite exibir animações fantásticas no site, porém é preciso evitá-lo o máximo possível. Caso o seu site seja inteiramente desenvolvido em Flash, é preciso avaliar urgentemente a possibilidade de mudar para outra linguagem, como o PHP, que permite usar o WordPress ou outro CMS de sua preferência.

O Flash é pesado e não pode ser interpretado corretamente pelos principais buscadores. Por isso, além dele deixar seu site mais pesado, prejudica o SEO. Se você tem um site com menu em Flash ou algum efeito semelhante, saiba que atualmente é possível conseguir excelentes resultados usando apenas CSS e JavaScript para animações e efeitos.

Conclusão

Neste artigo você entendeu os fatores que levam um site a ser lento ou ficar indisponível. Agora no artigo Como deixar o site mais rápido você encontra várias dicas para melhorar o desempenho de seu site. No caso da hospedagem de sites a única solução é mudar para uma melhor hospedagem de sites, mas existem vários outros fatores que, com simples alterações, permitem obter um desempenho fantástico. Seguindo dicas muito simples é possível melhorar consideravelmente o desempenho do site.

*Condições no site